TSE dá 24h para campanha de Bolsonaro apresentar provas das denúncias contra rádios

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, determinou na noite desta segunda-feira (24) que a campanha do presidente Jair Bolsonaro apresente no prazo de 24 horas provas e/ou “documentos sérios” que comprovem a denúncia de que a campanha do candidato do PL teve 154 mil inserções de rádio a menos que Lula.

“Tal fato é extremamente grave, pois a coligação requerente aponta suposta fraude eleitoral sem base documental alguma, o que, em tese, poderá caracterizar crime eleitoral dos autores, se constatada a motivação de tumultuar o pleito eleitoral em sua última semana“, diz trecho do despacho assinado pelo magistrado.

De acordo com o presidente do TSE, nem a petição inicial, nem o relatório apócrifo indicam eventuais rádios, dias ou horários em que não teriam sido veiculadas as inserções de rádio da campanha de Bolsonaro e nem traz a indicação de metodologia ou fundamentação de como se chegou à determinada conclusão.

Com informações de O Antagonista