Styvenson contesta prazo para definição de candidatura: ‘Que agonia é essa?’

O senador Styvenson Valentim (Podemos) contestou a marcação de um prazo para que ele defina posição sobre uma eventual candidatura ao Governo do Rio Grande do Norte.

A fala dele rebate a declaração dada à Tribuna do Norte pelo presidente da Executiva Estadual do Podemos, Felipe Madruga, que aprazou para o próximo domingo (19) uma definição do senador. Styvenson também ameaçou sair do partido caso seja pressionado.

“Que agonia é essa? Que desespero é esse de tomar a decisão dia tal? Eu tomo no dia que eu achar seguro tomar”, afirmou Styvenson, em entrevista ao programa Tribuna Livre, da Jovem Pan News Natal, nesta terça-feira (14). “Dia 19, eu não vou tomar decisão nenhuma, só porque eu não quero agora”, ironizou o senador.

Para Styvenson, a despeito de outras pré-candidaturas em andamento, é melhor ter paciência. O senador acredita que, pela posição que ocupa, era para ele estar com as rédeas sobre essa definição. “É mais fácil eu sair do partido. Não devo nada a ninguém, não devo nada a partido nenhum”, disse.

Na entrevista, ele também falou sobre a possibilidade de outras atuações nas eleições que não uma candidatura. Quando perguntado se apoiaria Fábio Dantas contra a governadora Fátima Bezerra, ele disse: “possibilidade sempre tem”.

Acompanhe a entrevista completa do senador Styvenson ao Tribuna Livre: