RN imuniza mais de 91% do rebanho e se mantém entre os maiores índices vacinais do Nordeste

A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa registrou balanço positivo no Rio Grande do Norte e imunizou 91,44% do rebanho potiguar. Com o resultado, o Estado se mantém entre os maiores índices de coberturas vacinais de toda a região nordeste.

Com mais de 1 milhão de animais, o RN é reconhecido internacionalmente livre da febre aftosa com vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), desde maio de 2014, e não apresenta casos da doença há mais de 20 anos.

“Ano após ano vamos mantendo a cobertura vacinal acima dos 90%, garantindo o status de RN livre da aftosa com vacinação e concretizando o fortalecimento da agropecuária potiguar. Resultados como este, beneficiam o comércio e o produtor”. Conclui o Diretor-geral do Instituto, Mário Manso.

De acordo com informações do Idiarn, a primeira etapa da campanha contra a aftosa de 2023, acontecerá durante o mês de maio, em todos os municípios do Rio Grande do Norte. Nesta etapa, a vacinação será obrigatória para todos os animais.

A febre aftosa é uma doença causada por vírus que provoca febre e aftas, principalmente na boca e entre os cascos dos animais, causando enorme perda na produção de leite e carnes.