RN cria 3,8 mil vagas de emprego com carteira assinada em outubro, aponta Caged

O Rio Grande do Norte criou mais de 3,8 mil vagas de emprego com carteira assinada em outubro, segundo dados divulgados nesta terça-feira (30) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. O saldo positivo foi de exatamente 3.893 postos formais, resultado de 15.967 contratações e 12.074 demissões.

O saldo positivo foi puxado principalmente pelo setor de serviços, que registrou criação de 1.684 vagas, seguido de comércio (661), construção civil (636), indústria (541) e agricultura (371). Nenhum setor teve saldo negativo de empregos formais no mês passado.

Com os dados de outubro, o RN chegou a um saldo positivo de 30.700 empregos com carteira assinada criados em 2021. Em todos os meses houve saldo positivo, com exceção de abril, quando foram perdidos 1.082 postos de trabalho. O recorde positivo continua sendo de agosto, quando foram criados 7.062 postos no mercado formal.

Em todo o País, o saldo ficou positivo em 253.083 vagas com carteira assinada, segundo o Caged. O saldo é resultado de 1.760.739 admissões e de 1.507.656 desligamentos. Apesar do bom índice, o número é inferior às vagas formais abertas em outubro de 2020: 366.295.

O levantamento oficial também mostrou que as cinco regiões brasileiras apresentaram saldo positivo no mês:

• Sudeste (+121.409 postos; +0,58%);
• Sul (+52.938 postos; +0,69%);
• Nordeste (+51.455 postos; +0,78%);
• Centro-Oeste (+17.554 postos; +0,50%); e
• Norte (+8.734 postos; +0,45%).