Natal será sede da I Conferência Potiguar do Clima

Nos dias 13, 14 e 15 de abril, a capital potiguar será palco da I Conferência Potiguar do Clima, que reunirá especialistas das quatro universidades públicas no estado, representantes de cada um dos 167 municípios do RN, além de estudantes e ambientalistas. Também estarão presentes, Secretários Municipais de Meio Ambiente, que participarão do 2o Encontro Regional ICLEI Nordeste, evento organizado pela associação mundial de governos locais e subnacionais dedicados ao desenvolvimento sustentável.

A COP Clima Potiguar discutirá os desafios e possibilidades de mitigação da degradação ambiental que estamos vivenciando, especialmente no semiárido nordestino. O tema principal da COP, nesta primeira edição, será a urgente necessidade de rearborização do nosso semiárido, frente à desertificação crescente e à elevação da temperatura. “Em consonância com o apelo da ONU de que seja plantada pelo menos uma árvore por habitante, pretendemos plantar cerca de 3 milhões e meio de árvores no Rio Grande do Norte, no mínimo. Para isso, precisaremos que cada um dos municípios, sensíveis às ações sustentáveis, se comprometam a implantar um viveiro em seu território. 

Temos, na prática, o exemplo da viabilidade dessa ação, já que, em parceria com a UFRN, o Projeto Arboriza Natal vem doando dezenas de milhares de mudas às cidades. Imaginem o que poderemos fazer com o compromisso de prefeituras e demais instituições que queiram abraçar esta causa tão vital para o planeta?”, esclareceu o Presidente Honorário da Conferência, o professor doutor do Instituto de Politicas Públicas da UFRN, Robério Paulino.

A programação da COP Potiguar do Clima conta com a abertura, na noite do dia 13 de abril, e segue no dia 14, pela manhã, com um circuito dinâmico de palestras a serem ministradas por especialistas nos seguintes temas: Conservação de Florestas e Reflorestamento; Políticas para Cidades Sustentáveis; Riscos nas zonas costeiras e manguezais; As energias renováveis no RN – oportunidades e riscos; Segurança hídrica e Segurança alimentar. Já durante o turno vespertino do dia 14/04, sexta-feira, a COP contará com uma plenária aberta, para que os participantes que queiram apresentar seus posicionamentos sobre os referidos temas possam ter direito a fala.

No final do dia, a partir das 18 horas, será feita a leitura da minuta da Carta da COP Potiguar do Clima, que servirá de “termômetro” para a pontuação de um mapa das principais questões apresentadas, a fim de balizar um melhor acompanhamento dos avanços a partir das discussões. No dia 15, pela manhã, a programação será concluída com uma atividade prática, lúdico- recreativa, no viveiro do Projeto Arboriza Natal, que fica por trás do Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, o CCHLA, na UFRN.

Todo o processo de definição da programação foi feito por circuito democrático de 10 reuniões presenciais, com representantes dos órgãos parceiros. Estão participando da COP Clima, importantes instituições dispostas a colaborar com as questões ambientais como Organizações Não Governamentais, Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Governo do Estado, Ministério Publico, Idema, Câmara Municipal de Natal, Prefeitura de Natal, FEMURN, UFRN, UFERSA, IFRN e UERN.

A COP Clima Potiguar será realizada no auditório da reitoria da UFRN e conta com uma Comissão Organizadora que está pronta para esclarecer suas dúvidas. Caso queira entrar em contato, é só mandar mensagem pelo e-mail: copclimarn@gmail.com ou pelo whatsapp: (84) 987355400.

As inscrições já estão abertas, são gratuitas, e podem ser feitas pelo site:

https://copclimarn.com.br/

As vagas são limitadas e os certificados serão emitidos pela UFRN mediante confirmação de presença no local da Conferência.