Membros de facção do RN são presos em Pernambuco; eles são foragidos da Operação Normandia

Dois membros de facção criminosa do Rio Grande do Norte foram presos em Pernambuco nessa sexta-feira (24). As prisões aconteceram na Região Metropolitana do Recife, em ação conjunta da Polícia Federal, Polícia Militar e Polícia Civil.

Segundo a PF, os dois presos são foragidos da Operação Normandia, que foi deflagrada em 17 de março, em Natal. “A ação foi realizada no interesse do inquérito policial instaurado pela PF em 2022, por meio do qual se identificou a atuação de uma facção criminosa dedicada ao tráfico de drogas e outros crimes graves, como roubos e homicídios”, destacou o órgão.

Com mais duas prisões, o número de detenções da Operação Normandia chegou a 22. Entre os alvos da ação, estava um dos líderes da facção, já preso anteriormente, e apontado como responsável por ordenar os ataques no Rio Grande do Norte, desde o dia 14 de março.

Balanço de ações

De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed-RN), 186 suspeitos já foram presos. Esse número inclui os 22 da Operação Normandia e outros 15 da Operação Sentinela. Além deles, foram seis adolescentes apreendidos, mais 19 foragidos da Justiça recapturados, um tornozelado preso com arma de fogo, um tornozelado com galão de gasolina e dois tornozelados com drogas.

As ações das forças de segurança ainda apreenderam 42 armas de fogo, seis simulacros, 148 artefatos explosivos, 33 galões de combustíveis, 14 motos, dois carros, dinheiro, drogas, munições e produtos de furto. Os dados representam as ações até às 8h da manhã deste sábado.