Irmãos gêmeos que tiraram a mesma nota no Enem são aprovados na UFRN

Os irmãos gêmeos Heloísa e Igor Amorim, de 18 anos, que moram em Natal, e ficaram conhecidos na cidade por cravaram a mesma nota na redação: exatos 900 pontos, foram aprovados na UFRN. Eles vão cursar Biomedicina e Engenharia do Petróleo, respectivamente.

Os resultados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), foram divulgados pelo Inep nesta terça-feira (28). Somente no Rio Grande do Norte, as universidades públicas e o Instituto Federal vão oferecer mais de 13 mil vagas em cursos de graduação neste ano, de acordo com o Ministério da Educação (MEC).

Heloísa e Igor são alunos do Complexo Educacional Contemporâneo e quando se deram conta da coincidência, em janeiro deste ano, chegaram a desconfiar que era uma brincadeira, pois sempre tiveram resultados próximos, mas nunca rigorosamente igual. O fato curioso virou notícia nacional.

“Estamos super felizes! Depois da nota igual, agora mais essa felicidade para celebrarmos juntos: a aprovação na UFRN. Será a primeira vez que vamos trilhar caminhos diferentes, cada um em seu curso. Mas a torcida um pelo outro continuará a mesma”, afirma Heloísa.

Quem está igualmente comemorando a aprovação é o estudante Pedro Henrique Dantas Gomes, de 18 anos, também egresso do Contemporâneo. Ele é deficiente visual, possui glaucoma congênito, e foi aprovado para o curso de História, que sempre foi a sua matéria favorita.

“A sensação é de dever cumprido. Me preparei para esse desafio, focando em exercícios e no controle do tempo, inclusive considerando o atendimento especializado que receberia durante a prova. Tive professores inspiradores de História na escola e agora quero ser um deles”, conta Pedro.

Para o pai do estudante, Werley Andrey, trata-se de uma vitória de toda a família. “Eu e minha esposa estamos orgulhosos demais. Pedro traçou um objetivo, buscou os caminhos e hoje colhe esse resultado”, celebrou Werley, que complementa: “Ele mostra que com apoio e dedicação, os sonhos são possíveis”.