Homem esfaqueia 7 pessoas em hospital e é morto pela polícia no interior de São Paulo

Foto: Reprodução/EBTV

Um homem procurou atendimento médico no Hospital Municipal José Nigro Neto, em Américo Brasiliense (SP) e, depois, esfaqueou a equipe médica e pacientes que estavam no local, na madrugada desta sexta-feira (7). Ao todo, sete pessoas ficaram feridas. Uma mulher de 42 anos chegou a ser feita refém, mas não se feriu. O agressor foi morto pela Polícia Militar.

Segundo informado pela PM, o agressor chegou nervoso ao hospital e esfaqueou as pessoas. Horas antes, ele já havia se envolvido em uma confusão numa igreja, segundo policiais.

“A princípio, ele é uma pessoa que usa drogas na cidade. Ele causa alguns problemas e veio até o pronto atendimento nervoso. Foram tentar medicar, ele sacou a faca. Provavelmente, [houve] um surto aí da pessoa. Não há nenhuma informação de que seja outra coisa. Não é uma coisa que acontece, é uma coisa que não é comum”, explicou o Major Alan Esteves Fernandes Gouvêa.

Ainda de acordo com a PM, o agressor manteve uma pessoa refém. A viatura da polícia estava perto do local e conseguiu controlar rapidamente a situação.

“A gente se deparou com o indivíduo tentando esfaquear uma outra pessoa. Foi o momento que o policial conseguiu iniciar uma negociação pra ele largar. Ele não soltava, estava com a faca a todo tempo tentando esfaquear. E em um determinado momento a pessoa conseguiu se afastar dele, e o policial efetuou os disparos”, disse o Major.

Assim como as vítimas, o agressor chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. De acordo com a PM, nenhuma das pessoas feridas corre risco de vida.

O caso foi registrado no Plantão Policial de Araraquara.

G1