Governo do RN oferece crédito via AGN para empreendedores vítimas de atentados criminosos no RN

Empreendedores dos mais diversos portes e que foram vítimas da onda de atentados criminosos no Rio Grande do Norte têm à disposição uma série de linhas de financiamento disponibilizada pela Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN-RN) com recursos próprios. A instituição financeira, que tem o Governo do Estado como acionista majoritário, dispõe de crédito para atender desde o empreendedor informal (sem CNPJ) até empresas de médio porte.

A integração da AGN por meio da disponibilidade de linhas de financiamento na atenção aos empreendedores afetados é fruto da orientação da governadora Fátima Bezerra e do conjunto de ações orientadas pela gestão estadual de cunho econômico e social para amparar o setor produtivo norte-rio-grandense.

A governadora Fátima Bezerra ressalta a importância da ação coordenada entre os mais diversos órgãos da gestão estadual de combater de maneira efetiva os atos criminosos, desarticular a atuação das facções e preservar a segurança do cidadão potiguar, mas também em oferecer ao empreendedor afetado as condições de retomar seu negócio o mais breve possível.

“Compreendemos o papel importante que a AGN tem em cenários como esse, na vida do empreendedor, operando linhas de crédito em condições diferenciadas. E vale salientar que seguimos abertos ao diálogo permanente para seguir com a missão prioritária de contribuir com o crescimento do empreendedor potiguar e fomentar a economia do Rio Grande do Norte”, destacou Fátima Bezerra.

Os limites das linhas de financiamento variam entre R$ 3 mil e R$ 400 mil de acordo com a natureza jurídica do negócio, porte do empreendimento, capacidade de pagamento, dentre outras questões a serem analisadas a partir do início da solicitação para concessão de crédito. As taxas de juros variam entre 1,5% e 1,7% ao mês. A concessão de carência e prazo para pagamento variam de acordo com a linha na qual o empreendedor será contemplado.

No caso de microempreendedores, há produtos inclusive com bônus de adimplência, ou seja, os financiamentos cujas parcelas são pagas em dia, não há cobrança de juros sobre o valor financiado, uma condição única no Sistema Nacional de Fomento (SNF) brasileiro.

A diretora-presidente da AGN, Márcia Maia, destaca o papel permanente que a instituição tem desempenhado no apoio ao empreendedor em situações extremas, como a pandemia da Covid-19 e os episódios recentes ligados à segurança pública. “Recebemos a missão por parte da governadora Fátima Bezerra de atuar nesse movimento de apoio, fomento e defesa do empreendedor e é isso que temos buscado”, afirma.

Márcia Maia ressalta, inclusive, a disponibilidade de recursos para atender ao empreendedor que buscar o apoio da Agência para retomar ou normalizar o funcionamento de seus empreendimentos, adquirir equipamentos, repor estoque ou necessidades diversas de seu negócio. “Integramos essa ação conjunta do Governo do Estado e vamos cumprir nosso papel”, conclui.

SERVIÇO:
Agência de Fomento do RN
www.agnrn.com.br
Rua Seridó, 466, Petrópolis, Natal-RN
Segunda à sexta
8h às 16h
(84) 3232-1570