Caso Luiz Gustavo: Polícia prende mais um suspeito da morte de adolescente de 12 anos no RN

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Policiais civis da 9ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Santa Cruz deram cumprimento, nesta terça-feira (19), a um mandado de prisão preventiva em desfavor de um homem de 20 anos, investigado pela suspeita de participar do crime que vitimou o adolescente Luiz Gustavo Lopes Linhares, 12 anos, no município de Lajes Pintadas. A prisão aconteceu em Santa Cruz.  

O suspeito se apresentou à Delegacia, após os outros envolvidos no mesmo crime serem detidos na última sexta-feira (15), quando três mandados, sendo um de prisão preventiva, em desfavor de um homem de 26 anos, e dois de internação, em desfavor de dois adolescentes, foram cumpridos. Os quatro são investigados pela prática do homicídio que vitimou o adolescente. Os três mandados anteriores foram cumpridos em Lajes Pintadas. 

Sobre o caso
Luiz Gustavo foi encontrado morto, com sinais de violência, no dia 11 de julho deste ano, em uma estrada de terra na Comunidade Sítio Inharé, no município de Lajes Pintadas, na região do Trairi. Uma dívida de R$ 20 relacionada ao tráfico de drogas pode ter motivado a morte do menino. É o que acredita a mãe do adolescente.

“Ele vendia [drogas] e ficou devendo a um rapaz R$ 20. Eu acho que deve ter sido isso”, disse a mãe, na época do assassinato. Emocionada, ela ainda relembrou que chegou a dar conselhos para o menino, que mesmo tão jovem já tinha envolvimento com o mundo das drogas. “Eu dava conselho, mas ele não tomava conselho de ninguém. Ele dizia que não tinha ninguém por ele, que estava só”, contou.

O quarto suspeito foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.