Ataque criminoso que incendiou ônibus pode ser resposta a morte de suspeito em confronto com PM

O ataque criminoso que resultou em dois ônibus parcialmente incendiados no início da tarde desta quarta-feira (22) pode ter sido uma resposta de uma facção criminosa a morte de um homem suspeito de tráfico de drogas. Rian, como foi identificado, morreu ao entrar em confronto a Polícia Militar, no bairro das Rocas. 

Segundo informações apuradas pela redação do Portal 96, Rian estaria de posse de drogas e uma pistola. Quando a equipe tática do 1º Batalhão da PM passou pelo local (estava fazendo patrulhamento de rotina, mas já teria a informação que o suspeito estava pela região), Riam atirou contra a viatura e, rapidamente, iniciou-se o confronto que terminou com ele baleado. 

O perfil na internet Plantão Policial, do repórter Jeferson Nascimento, aponta que Riam ainda chegou a ser socorrido, mas morreu ao dar entrada no pronto-socorro Clovis Sarinho. 

ATAQUE A ÔNIBUS

Poucos instantes depois da divulgação da morte de Riam, dois ônibus foram alvos de ataques de criminosos no terminal do bairro das Rocas, zona Leste de Natal. O Corpo de Bombeiros Militar foi acionado, mas quando chegou ao local, os veículos já estavam parcialmente destruídos. 

Dois homens chegaram no terminal e ameaçaram os motoristas, pedindo para eles deixarem os ônibus. Depois que eles saíram dos veículos, os homens atearam fogo com uso de combustíveis. Um dos motoristas perdeu o celular queimado no meio das chamas.

96 FM